Dilermando Modesto Teixeira, popular ‘Dilo’, é o segundo filho de uma família de sete irmãos, formada pelo casal Antonieta Teixeira Modesto e José Alves Modesto.

De família humilde, desde pequeno ‘Dilo’ já trabalhava,  principalmente ajudando seu pai, José Alves Modesto, na construção de túmulos no cemitério Paroquial em Arcos.

Quando adolescente passou a fazer serviços de pinturas de casas, porém continuava ao lado de seu pai como ajudante de pedreiro.

Aos vinte e quatro anos resolveu, como ele mesmo diz:

Continua após a publicidade

“passar para o rol dos homens sérios” e se casou. 

A felicidade no matrimônio, ficou ainda mais completa com o nascimento de suas filhas, Vanyse, Gizele e Dágna.

‘Dilo’, passou por anos difíceis, ao qual sua família foi o seu grande apoio e sua fé em Deus o manteve firme em seus propósitos.

Continua após a publicidade

Nos anos 90, ‘Dilo’, prestava serviços no Cemitério Paroquial e seu conhecimento, prestatividade  e profissionalismo foram reconhecidos, por Monsenhor Eustáquio, que o convidou a ser o administrador do Cemitério Paroquial.

Com o passar dos anos, ‘Dilo’ sentiu a necessidade de implantar um serviço funerário de qualidade na cidade de Arcos, ainda mais que sempre ouvia das pessoas: “- porque  não abre uma funerária?”

Em 1996 foi inaugurada a Funerária Bom Pastor, que trouxe uma nova mentalidade para a cidade, implantando um local, onde as pessoas podiam despedir-se de seus entes queridos com mais dignidade.

Continua após a publicidade

Com o lema ‘Mãos que se entrelaçam na hora da dor’, a Funerária Bom Pastor, há mais de 24 anos presta um serviço essencial à cidade de Arcos e também à cidade de Iguatama, onde foi instalada a sua filial no ano de 1999..

Hoje, aos 76 anos de idade,  com cinquenta e dois anos de casado, três filhas e seis netos, ‘Dilo’ se considera realizado e feliz, mais sempre procurando oportunidades de fazer felizes todos os que o rodeiam...

Dono de um coração generoso, amigo dos amigos, ‘Dilo’ tem um lado social incrível que poucos conhecem e que ele faz questão em não divulgar.

Continua após a publicidade

Para complementar, não poderíamos nos furtar de citar a célebre frase que ‘ao lado de todo grande homem existe, também, uma grande mulher’, para dizer da importância de Dona Elzani Leal da Silva Teixeira, esposa de ‘Dilo’, que sempre se fez presente em todos os momentos da vida de nosso homenageado.

Fica aqui o nosso reconhecimento e carinho, para com esse grande arcoense, que mesmo estando em uma ‘profissão difícil’ e delicada, consegue ser generoso, amigo e acima de tudo HUMANO.