A cidade de Arcos tem várias particularidades e histórias, uma delas e que pouca gente, a não ser moradores conhecem, é que a famosa Travessa Efraim Procópio, no Bairro São José tem outro nome, e diga-se de passagem um nome bem diferente.

Através da Lei nº952, de 20 de junho de 1979, a Câmara Municipal de Arcos, alterou o nome de Travessa da Rua Efraim Procópio para Rua Professor Zalkind Piatigorsky.

Essa Lei foi sancionada, pouco mais de um mês após a morte de Zalkind Piatigórsky, pelo então Prefeito Municipal, Paulo Marques de Oliveira.

Mais quem foi o Professor Zalkind Piatigorsky?

Segundo as escassas informações da internet, Zalkind Piatigorsky, era filho de Rubin Piatigórsky e Maria Kerbel Piatigórsky, imigrantes russos.

Ele nasceu no Rio de Janeiro em 8 de maio de 1935 e faleceu a 14 de maio de 1979, no auge de seus 44 anos, vítima de infarto, enquanto trocava o pneu de seu carro, conforme registros da época.

Era Juiz de Direito e manteve um programa de trovas na extinta TV Continental.

Continua após a publicidade

Em parceria com Aparício Fernandes organizou a grande coleção de livros de trovas: "Coleção Trovas e Trovadores" e com Magdalena Léa, lançou "Coleção Trovas do Brasil".

Seu livre trânsito junto à Livraria Freitas Bastos foi de extrema valia para o Movimento Trovador Brasileiro.

Foi um dos baluartes de Luiz Otávio no trabalho de criação e fortificação do movimento da 'União Brasileira de Trovadores'.

Apesar de vários livros na internet e centenas de citações de trechos de seus livros, não há imagens ou fotos de Zalkind Piatigorsky.

Dentre essas várias citações maravilhosas atribuídas ao escritor, vale a pena recordar algumas como:

"Foi atravessando os rigores do inverno que o tempo chegou à primavera''

Continua após a publicidade

" A luz não vem ao mundo para zombar das trevas; mas iluminá-las."

" Os tristes acham que os ventos gemem;os alegres acham que eles cantam..."

“Deus fez abismos para que o homem compreendesse as montanhas.”

"Se deres as costas à luz nada mais verás do que a tua própria sombra."

"Não adianta contemplares as luzes deste céu exterior . Elas não acenderão as estrelas que apagaste em teu íntimo."

Um comentário que encontramos em nossa pesquisa e que chamou a atenção, mostrando um pouco quem foi de fato o ser humano Zalkind Piatigorsky foi esse:

Continua após a publicidade

''Dr. Zálkind foi o Juiz que oficiou o meu casamento civil, nos idos de 1969. Como eu cheguei atrasada ao cartório, imediatamente ele desanuviou o ambiente fazendo uma trova sobre o meu atraso e o nervosismo do noivo. Inteligência, raciocínio rápido e criatividade. Nunca o esqueci.'' Facebook Rosinha Menezes

►Fato é que até que até que haja novas informações, o único local no Brasil, onde há uma Rua em homenagem a esse importante Escritor e Professor Zalkind Piatigorsky, fica aqui na cidade de Arcos.

►Outro fato, dessa vez triste é que com toda essa história, a charmosa Rua Professor Zalkind Piatigorsky, ou Travessa Efraim Procópio não tem sequer uma placa de identificação, nem de um, nem de outro nome.

►A ligação de Zalkind Piatigorsky com a cidade de Arcos

Na administração Paulo Marques, foi desenvolvido um Plano visionário, que colocaria a cidade de Arcos nos 'trilhos do progresso' chamado PAESE (Plano Arcoense de Expansão Socioeconômica)

O PAESE tinha como meta a sistematização administrativa, aperfeiçoamento e modernização do serviço Público Municipal, porém infelizmente não saiu do papel.

Continua após a publicidade

Caso tivesse sido implantado, o PAESE colocaria a cidade de Arcos, anos à frente de seu tempo em se tratando de progresso e gestão.

Professor Zalkind Piatigorsky foi um dos pesquisadores responsáveis, ao lado de Jorge Brenan.

Brenan fazia as pesquisas de campo e repassava ao Professor Zalkind Piatigorsky, que transformava as pesquisas em números e em planejamento.

Conta a lenda que Zalkind Piatigorsky ficou apaixonado pela cidade de Arcos, na qual fez grandes amigos.

São histórias de nossa querida Arcos...